Qual seria a opção do seu bebê, se ele pudesse escolher? Acordar naturalmente! Ou ser despertado?

Existe um tabu acerca do parto normal, por ser considerado um evento com elevado grau de dor, solidão e violência, neste espectro as mulheres buscam a cirurgia cesárea, por ser um parto moderno. Porém muitas coisas mudaram vários métodos farmacológicos foram elaborados para alivio da dor durante o trabalho de parto. A lei federal nº 11.108, de 07

de abril/2005, dá direito a um acompanhante no pré-parto, intra-parto e pós parto. Existem vários canais para denuncias sobre violência obstétrica.

Atualmente no Brasil temos um elevado índice de intervenções operatórias, porém devemos saber que em todo procedimento cirúrgico existe riscos submergidos, como sangramentos, infecções e reações anestésicas. Na cirurgia cesárea agendada, ou seja, eletiva estes riscos são aumentados por maiores complicações que possam vir a acontecer futuramente com a mulher, como uma má cicatrização do útero, a formação de queloide (hiperplasia fibrosa, elevada, consistente e com bordas mal definidas, que ocorre na derme), dentre outras…

Mas além de comprometer a saúde da mulher também poderá comprometer a saúde dos bebês, que na maioria das vezes ainda não estão prontos para nascerem e apresentam problemas respiratórios. Ao entrar em trabalho de parto natural, o bebê já está preparado para nascer, exceto em trabalho de parto prematuro. Quando o profissional que faz o acompanhamento do trabalho de parto utiliza o partograma (Gráfico desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde/1994), ele sinaliza a progressão do trabalho de parto, ou seja, a condição materna e fetal, prevenindo o trabalho de parto prolongado e melhorando o resultado neonatal. A indicação da cirurgia cesárea se dará com real exatidão e fará a prevenção destas cirurgias desnecessárias. O partograma é utilizado em inúmeros países por ser considerado barato, efetivo e prático.

É essencial que as gestantes e familiares busquem informações, opiniões de diferentes profissionais da área obstétrica e pesquise bastante a respeito dos benefícios e riscos de cada tipo e local de parto, para estar bem informados antes da tomada de alguma decisão.

Procure por profissionais que atenda partos normais humanizados. Aceite a cirurgia cesárea, apenas com real indicação, em caso de salvar vidas e respeite a hora do seu bebê!